Chás medicinais

Os chás terapêuticos são fáceis de preparar e melhoram a digestão, acalmam a mente e diminuem a fadiga. Confira as sugestões

Por Cesar Cândido dos Santos

De cultura milenar, a fitoterapia – uso de plantas para tratar doenças – tem se tornado cada vez mais popular no mundo todo. Hoje, os chás medicinais são usados para os mais diferentes fins, como acalmar, cicatrizar machucados, expectorar, emagrecer, combater enxaqueca e artrite, melhorar o sistema digestivo, diminuir a fadiga, a insônia e as dores musculares, e possuem a maior parte de seus benefícios comprovados cientificamente.

“Existe chá para tudo. A grande maioria deles já tem seus princípios ativos, composição e efeitos comprovados cientificamente. É claro que também existem muitos que são apenas crendices populares, por isso, é importante procurar profissionais especializados na área”, afirmou Zenaide Barcala Pires, professora da Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo (FACIS). “As ervas são a forma mais antiga de se tratar da saúde. Hoje, elas são utilizadas por muitos médicos. No exterior, a fitoterapia é reconhecida merecidamente. No Brasil, por meio de estudos prolongados e sérios feitos em universidades, ela começa a ocupar o seu devido lugar”, disse o fitoterapeuta André Resende, escritor dos livros “O poder das ervas” e “Alquimia das ervas”.

Cuidados
Apesar da eficiência comprovada, é preciso ter cautela na hora de tomar chás ou iniciar qualquer tipo de tratamento com plantas medicinais, pois a crença popular, às vezes, distorce as coisas e faz muitos acreditarem que, por serem naturais, as plantas não provocam nenhum mal.

“A fitoterapia usada de uma maneira inadequada, sem a orientação de um terapeuta, pode trazer graves conseqüências. Até um simples boldo poderá ocasionar sérios distúrbios. As pessoas pensam que só porque é natural não faz mal. Mas, para um bom resultado, o uso dos chás não pode ser abusivo”, afirmou André

Outro cuidado que deve ser tomado é conhecer a procedência dos produtos e sempre adquiri-los em lojas confiáveis, pois a forma incorreta de armazenamento das ervas pode transformá-las em ineficientes e até prejudiciais ao organismo.

“É muito importante não comprar os produtos em barraquinhas ou locais impróprios. As ruas de todo o país estão cheias de ervas com fungos, poluição e sujeiras, que podem trazer danos à saúde”, alertou André Resende.

Método convencional
Por melhor que sejam os tratamentos fitoterapêuticos, eles não devem substituir completamente a medicina convencional, a não ser que sejam indicados por um médico. “Não se pode tratar uma doença grave só com fitoterapia. Além disso, é preciso conhecer muito bem as propriedades das ervas, pois existem algumas que não devem ser tomadas com determinados medicamentos”, afirmou Zenaide.

Ervas e exercícios
Para os praticantes de atividades físicas, os chás e ervas medicinais mais indicados são o ginseng, a marapuama e o guaraná, que funcionam como estimulantes e trazem mais disposição. Já a marcela do campo e o capim cidreira são ótimos para relaxar e aliviar as dores musculares, comuns após treinos e competições.

“A marcela do campo utilizada como sedativo e trabalha na recuperação de dores e contraturas musculares. Apesar de ser relaxante, ela pode ser utilizada sem problemas após os treinos, pois não vai diminuir a disposição ou deixar a pessoa sonolenta, como alguns medicamentos”, disse Zenaide Barcara Pires.

Preparo
Existem diversas maneiras de preparar os chás medicinais, e isto pode afetar diretamente nos benefícios trazidos pelas ervas. Cada planta, ou distúrbio que se quer tratar, exige uma forma de manipulação específica para atingir os efeitos desejados. Também não é indicado que se tome a bebida de um dia para o outro, por isso, deve se fazer a quantidade suficiente para o consumo imediato, ou em no máximo 24 horas.

Infusão
É usada principalmente para preparar as partes mais delicadas das plantas, como as flores, folhas e caules. Coloque as ervas em uma vasilha e despeje água fervendo sobre elas. Tampe e deixe em repouso por dez minutos antes de tomar.

Decoação
Este método é utilizado para o preparo das partes mais duras das plantas, como raízes, sementes e alguns tipos de caule. Coloque as ervas em água fria e leve ao fogo até ferver. Retire a vasilha do fogo e conserve tampada. Depois é só coar e tomar.

Maceração
Deixe as ervas de molho em água fria durante 12 horas. Neste processo, os sais minerais e vitaminas são mais aproveitados.

Confira as propriedades de algumas ervas

Cidreira
Indutora do sono, alivia dores de cabeça e gases intestinais. É indicada para digestão, cólicas menstruais e intestinais, distúrbios renais, conjuntivites, tosse, espasmos, febres, diarréias, reumatismos, histerias, afecções do estômago, nervos e palpitações do coração. É sedativa, analgésica, calmante, diurética, hipotensora, depurativa e expectorante.

Marcela do Campo
É estimulante e contribui para o bom funcionamento do sistema digestivo. Indicada para males do estomago e cólicas intestinais.

Marapuama
É estimulante e combate a fadiga e a depressão nervosa.

Ginseng
É revitalizante, inibidor do crescimento das células cancerígenas e ativa a circulação do sangue. Combate o stress e estimula as funções sexuais.

Boldo
Estimula a digestão, a secreção biliar, os distúrbios intestinais e hepáticos. O chá combate a prisão de ventre, gases intestinais, transtornos do fígado e atua na degradação de gorduras.

Camomila
Desintoxica o fígado, auxilia no tratamento de reumatismo e da excitação nervosa, alivia enxaqueca, dores de dente, insônia, enjôos e é tônico para pele. É antiinflamatório e calmante, utilizado em crises histéricas, depressivas e febres intermitentes.

Cidreira
Indutora do sono, alivia dores de cabeça e gases intestinais. É indicada para digestão, cólicas menstruais e intestinais, distúrbios renais, conjuntivites, tosse, espasmos, febres, diarréias, reumatismos, histerias, afecções do estômago, nervos e palpitações do coração. É sedativa, analgésica, calmante, diurética, hipotensora, depurativa e expectorante.

Carqueja
Indicado para má digestão, cansaço físico, prisão de ventre, gastrite, azia, anemia, fígado, rins, diabetes, inflamações urinárias, próstata, colesterol, gota, gastrite, afecções do baço e angina. Auxilia no processo de desintoxicação e emagrecimento. É revigorante das funções genitais, diurético, antiasmática, antibiótica e depurativa.

Erva Doce
Acalma os nervos, elimina o mau hálito, as toxinas da pele, as cólicas intestinais e do ventre. Estimula o apetite, a digestão e a secreção biliar. Restaura o fluxo menstrual e aumenta o leite das lactantes. Bom contra azia, também utilizado na culinária como aromatizante.

Hortelã
Indicada para o tratamento da febre, vermes, espasmos, gases intestinais, sistema nervoso, inflamações uterinas, resfriado, faringite, tosse, problemas de garganta, coceiras, inchaços, dor de cabeça, rinite, conjuntivite, cólicas, diarréia, problemas estomacais, intestinais e respiratórios. O chá é estimulante digestivo, anti-séptico, descongestionante nasal, anestésico e analgésico.

Porangaba
É altamente diurética, não laxativa, elimina o excesso de gordura e edemas. Tem ação tônica sobre a circulação e auxilia no emagrecimento. Auxilia no combate da fadiga, asma, bronquite, diarréias agudas, cólicas intestinais e inflamações renais. Ajuda a diminuir a barriga, estômago alto, pernas inchadas e gorduras localizadas.

Chá de Abacaxi
Auxilia nas doenças respiratórias, dor de garganta, bronquite e previne osteoporose. É expectorante, depurativo, diurético, auxilia a digestão e as funções do fígado.

Chá de Maçã
É tônico, calmante, sonífero e diurético. Possui atividades antibacteriana, antiviral, antiinflamatória, ativa o fígado e dissolve o ácido úrico.

Chá de Frutas Cítricas
Rico em vitamina C, é calmante, contribui para o bom funcionamento do intestino e evita problemas na garganta.

Fonte: O2 por Minuto [publicado com edições]

About these ads
Esse post foi publicado em Conselhos, Saúde, Vida Saudável e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Chás medicinais

  1. cirlene evangelista disse:

    e o chá verde? emagrece de foram saudável?

    • RogerWillc disse:

      O chá verde contém os mesmo malefícios do chá preto, pois causa estimulação não natural ao organismo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s