Chás medicinais

Os chás terapêuticos são fáceis de preparar e melhoram a digestão, acalmam a mente e diminuem a fadiga. Confira as sugestões

Por Cesar Cândido dos Santos

De cultura milenar, a fitoterapia – uso de plantas para tratar doenças – tem se tornado cada vez mais popular no mundo todo. Hoje, os chás medicinais são usados para os mais diferentes fins, como acalmar, cicatrizar machucados, expectorar, emagrecer, combater enxaqueca e artrite, melhorar o sistema digestivo, diminuir a fadiga, a insônia e as dores musculares, e possuem a maior parte de seus benefícios comprovados cientificamente.

“Existe chá para tudo. A grande maioria deles já tem seus princípios ativos, composição e efeitos comprovados cientificamente. É claro que também existem muitos que são apenas crendices populares, por isso, é importante procurar profissionais especializados na área”, afirmou Zenaide Barcala Pires, professora da Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo (FACIS). “As ervas são a forma mais antiga de se tratar da saúde. Hoje, elas são utilizadas por muitos médicos. No exterior, a fitoterapia é reconhecida merecidamente. No Brasil, por meio de estudos prolongados e sérios feitos em universidades, ela começa a ocupar o seu devido lugar”, disse o fitoterapeuta André Resende, escritor dos livros “O poder das ervas” e “Alquimia das ervas”.

Cuidados
Apesar da eficiência comprovada, é preciso ter cautela na hora de tomar chás ou iniciar qualquer tipo de tratamento com plantas medicinais, pois a crença popular, às vezes, distorce as coisas e faz muitos acreditarem que, por serem naturais, as plantas não provocam nenhum mal.

“A fitoterapia usada de uma maneira inadequada, sem a orientação de um terapeuta, pode trazer graves conseqüências. Até um simples boldo poderá ocasionar sérios distúrbios. As pessoas pensam que só porque é natural não faz mal. Mas, para um bom resultado, o uso dos chás não pode ser abusivo”, afirmou André

Outro cuidado que deve ser tomado é conhecer a procedência dos produtos e sempre adquiri-los em lojas confiáveis, pois a forma incorreta de armazenamento das ervas pode transformá-las em ineficientes e até prejudiciais ao organismo.

“É muito importante não comprar os produtos em barraquinhas ou locais impróprios. As ruas de todo o país estão cheias de ervas com fungos, poluição e sujeiras, que podem trazer danos à saúde”, alertou André Resende.

Método convencional
Por melhor que sejam os tratamentos fitoterapêuticos, eles não devem substituir completamente a medicina convencional, a não ser que sejam indicados por um médico. “Não se pode tratar uma doença grave só com fitoterapia. Além disso, é preciso conhecer muito bem as propriedades das ervas, pois existem algumas que não devem ser tomadas com determinados medicamentos”, afirmou Zenaide.

Ervas e exercícios
Para os praticantes de atividades físicas, os chás e ervas medicinais mais indicados são o ginseng, a marapuama e o guaraná, que funcionam como estimulantes e trazem mais disposição. Já a marcela do campo e o capim cidreira são ótimos para relaxar e aliviar as dores musculares, comuns após treinos e competições.

“A marcela do campo utilizada como sedativo e trabalha na recuperação de dores e contraturas musculares. Apesar de ser relaxante, ela pode ser utilizada sem problemas após os treinos, pois não vai diminuir a disposição ou deixar a pessoa sonolenta, como alguns medicamentos”, disse Zenaide Barcara Pires.

Preparo
Existem diversas maneiras de preparar os chás medicinais, e isto pode afetar diretamente nos benefícios trazidos pelas ervas. Cada planta, ou distúrbio que se quer tratar, exige uma forma de manipulação específica para atingir os efeitos desejados. Também não é indicado que se tome a bebida de um dia para o outro, por isso, deve se fazer a quantidade suficiente para o consumo imediato, ou em no máximo 24 horas.

Infusão
É usada principalmente para preparar as partes mais delicadas das plantas, como as flores, folhas e caules. Coloque as ervas em uma vasilha e despeje água fervendo sobre elas. Tampe e deixe em repouso por dez minutos antes de tomar.

Decoação
Este método é utilizado para o preparo das partes mais duras das plantas, como raízes, sementes e alguns tipos de caule. Coloque as ervas em água fria e leve ao fogo até ferver. Retire a vasilha do fogo e conserve tampada. Depois é só coar e tomar.

Maceração
Deixe as ervas de molho em água fria durante 12 horas. Neste processo, os sais minerais e vitaminas são mais aproveitados.

Confira as propriedades de algumas ervas

Cidreira
Indutora do sono, alivia dores de cabeça e gases intestinais. É indicada para digestão, cólicas menstruais e intestinais, distúrbios renais, conjuntivites, tosse, espasmos, febres, diarréias, reumatismos, histerias, afecções do estômago, nervos e palpitações do coração. É sedativa, analgésica, calmante, diurética, hipotensora, depurativa e expectorante.

Marcela do Campo
É estimulante e contribui para o bom funcionamento do sistema digestivo. Indicada para males do estomago e cólicas intestinais.

Marapuama
É estimulante e combate a fadiga e a depressão nervosa.

Ginseng
É revitalizante, inibidor do crescimento das células cancerígenas e ativa a circulação do sangue. Combate o stress e estimula as funções sexuais.

Boldo
Estimula a digestão, a secreção biliar, os distúrbios intestinais e hepáticos. O chá combate a prisão de ventre, gases intestinais, transtornos do fígado e atua na degradação de gorduras.

Camomila
Desintoxica o fígado, auxilia no tratamento de reumatismo e da excitação nervosa, alivia enxaqueca, dores de dente, insônia, enjôos e é tônico para pele. É antiinflamatório e calmante, utilizado em crises histéricas, depressivas e febres intermitentes.

Cidreira
Indutora do sono, alivia dores de cabeça e gases intestinais. É indicada para digestão, cólicas menstruais e intestinais, distúrbios renais, conjuntivites, tosse, espasmos, febres, diarréias, reumatismos, histerias, afecções do estômago, nervos e palpitações do coração. É sedativa, analgésica, calmante, diurética, hipotensora, depurativa e expectorante.

Carqueja
Indicado para má digestão, cansaço físico, prisão de ventre, gastrite, azia, anemia, fígado, rins, diabetes, inflamações urinárias, próstata, colesterol, gota, gastrite, afecções do baço e angina. Auxilia no processo de desintoxicação e emagrecimento. É revigorante das funções genitais, diurético, antiasmática, antibiótica e depurativa.

Erva Doce
Acalma os nervos, elimina o mau hálito, as toxinas da pele, as cólicas intestinais e do ventre. Estimula o apetite, a digestão e a secreção biliar. Restaura o fluxo menstrual e aumenta o leite das lactantes. Bom contra azia, também utilizado na culinária como aromatizante.

Hortelã
Indicada para o tratamento da febre, vermes, espasmos, gases intestinais, sistema nervoso, inflamações uterinas, resfriado, faringite, tosse, problemas de garganta, coceiras, inchaços, dor de cabeça, rinite, conjuntivite, cólicas, diarréia, problemas estomacais, intestinais e respiratórios. O chá é estimulante digestivo, anti-séptico, descongestionante nasal, anestésico e analgésico.

Porangaba
É altamente diurética, não laxativa, elimina o excesso de gordura e edemas. Tem ação tônica sobre a circulação e auxilia no emagrecimento. Auxilia no combate da fadiga, asma, bronquite, diarréias agudas, cólicas intestinais e inflamações renais. Ajuda a diminuir a barriga, estômago alto, pernas inchadas e gorduras localizadas.

Chá de Abacaxi
Auxilia nas doenças respiratórias, dor de garganta, bronquite e previne osteoporose. É expectorante, depurativo, diurético, auxilia a digestão e as funções do fígado.

Chá de Maçã
É tônico, calmante, sonífero e diurético. Possui atividades antibacteriana, antiviral, antiinflamatória, ativa o fígado e dissolve o ácido úrico.

Chá de Frutas Cítricas
Rico em vitamina C, é calmante, contribui para o bom funcionamento do intestino e evita problemas na garganta.

Fonte: O2 por Minuto [publicado com edições]

Esse post foi publicado em Conselhos, Saúde, Vida Saudável e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Chás medicinais

  1. cirlene evangelista disse:

    e o chá verde? emagrece de foram saudável?

    • RogerWillc disse:

      O chá verde contém os mesmo malefícios do chá preto, pois causa estimulação não natural ao organismo.

Os comentários estão encerrados.